quinta-feira, 17 de novembro de 2011

Você é assim, pra mim.



Alguns a julgam fria, antipática... E quando na verdade ela só quer ter um tempo só pra ela, quando na verdade ela já está cansada de tudo. Cansada de ser boazinha e as pessoas acharem outra coisa. Foi boazinha e não teve reconhecimento. Você é daquele tipo de pessoa que só quer ver se a pessoa vai desistir de você ou não, antipática por que tem medo das pessoas se aproximarem, e depois comece a magoá-la novamente, esse ciclo cansa, a gente aprende. Recebe criticas de anônimos que não sabem da sua história e sim só do seu nome, não sabe o porquê você age assim, mais a gente começa a entender quando a gente passa pela mesma situação. Começamos a achar que o que todos falam é mentira, e em muitas vezes a gente tem razão. E sinceramente te admiro, por que eu admiro pessoas verdadeiras, e não aqueles “fingidos” que se julgam perfeitinhos pra ser destacado como a “pessoa diferente” e o que eu mais odeio é as pessoas que pagam pau pra eles. E o mais bonito, é que você não tenta ser outra pessoa pra que te enxerguem, o mais bonito é pelo o que você é, te julgo uma das pessoas mais verdadeiras, porquê essas qualidades a gente vê de longe. E mesmo com todas essas opiniões idiotas de pessoas que te odeiam, eu nunca vou mudar o meu pensamento sobre você. 


Dedicado á Izabelle Tomazetti. 

Um comentário: